Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

O sonho da casa própria se concretiza para mais 240 família de Rio das Ostras

Sorteios para escolha dos apartamentos do Programa “Minha Casa Minha Vida” aconteceram nesta quinta, 15

A emoção tomou conta do Ginásio Benedito Zarour, em Rio das Ostras, durante os sorteios dos apartamentos do Programa “Minha Casa Minha Vida”, do Governo Federal. São 240 famílias contempladas para mais um condomínio entregue pela Administração Municipal, previsto para setembro. O evento aconteceu na manhã desta quinta, 15.

 

Os primeiros sorteios foram para os apartamentos destinados para pessoas idosas ou que enfrentam algum tipo de deficiência. Geralmente, são as unidades do primeiro andar. Os apartamentos possuem 49m2 com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

 

Em seguida, cada participante do Programa marcou a vistoria de seu apartamento, sendo respeitado até 25 agendamentos por dia. A assinatura do contrato e a entrega das chaves das propriedades estão previstas para o segundo semestre de 2019.

 

CASAMENTO – Rute Lopes e Paulo Roberto vão realizar dois sonhos de uma só vez: sair do aluguel e se unir em matrimônio. Apesar de já usar as alianças na mão esquerda, o casal ainda se apresenta como namorados. Agora é oficializar o tão sonhado casamento.

 

“Fiquei tão emocionada na hora que sortearam que chamei o Paulo para vir comigo. Eu fui a sorteada, mas o sonho de construir uma vida a dois é nosso. Estou muito feliz”, disse Rute.

 

“Agora não tem mais jeito, vamos nos casar. Era uma vontade nossa e o avanço da entrega do apartamento também vai acelerar a união”, contou Paulo.

 

ACESSIBILIDADE – Desde 2005, a visão de Abenonir Paula de Oliveira foi completamente comprometida por causa da diabetes e morar em um apartamento deixaria de ser apenas um sonho, mas uma necessidade. “Estou muito contente, pois sempre quis morar num apartamento por causa das minhas dificuldades. Preciso de um lugar onde eu me sinta segura e mantenha uma vida mais segura. Agradeço muito ao Governo Municipal por esta oportunidade”, relatou.

 

O marido de Abenonir, José Cosme Paula, também estava com o sentimento de gratidão. “Sou jardineiro e não é fácil viver sem a casa própria. Minha esposa (Rute) precisa de um espaço adequado e adaptado para ter mais segurança e agora conseguimos ter este local”, contou.

 

Para Neuza Schimidt, morar em um apartamento é ter de volta o bom sentimento de possuir um imóvel. “Ao longo da vida perdi algumas casas e agora pude sentir o gostinho de ter algo meu novamente. Estou muito agradecida”, relatou.

 

FONTE: ASCOMTI - PMRO.

Imprimir Email

Anúncios

Anúncios