Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Rio das Ostras promove webconferência para debater Lei de Emergência Cultural

Encontro virtual aberto aos interessados será nesta quinta, dia 25

A Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc será tema de webconferênia que vai reunir artistas de Rio das Ostras e todos os interessados no tema nesta quinta-feira, dia 25, às 19 horas. A reunião virtual terá transmissão ao vivo pelo Facebook da Fundação de Cultura do Município (https://www.facebook.com/frcriodasostras1997/).

 

 

Organizada pela Fundação Rio das Ostras de Cultura, a webconferência vai prestar esclarecimentos e tirar dúvidas sobre a Lei Federal 1.075/2020. Aprovada por unanimidade no Senado em 4 de junho e apelidada de Lei Aldir Blanc, em homenagem ao músico que morreu de coronavírus, destina R$ 3 bilhões ao setor cultural durante a crise causada pela pandemia.

 

 

Depois de passar pelo Congresso e Senado, a nova lei depende do Executivo para ser sancionada e entrar em vigor. Enquanto isso, gestores do setor vem se capacitando para receber e executar as verbas. Em Rio das Ostras, equipe da Fundação de Cultura participou, entre os dias 8 e 14 de junho, de um curso sobre a legislação promovido pela Articulação Nacional de Emergência Cultural.

 

 

Com a webconferência desta quinta-feira, representantes de todos os setores culturais da Cidade e interessados no tema poderão entender melhor a Lei Aldir Blanc. O evento será conduzido pela presidente da Fundação de Cultura, Cristiane Régis, com a participação da equipe da autarquia e da presidente do Conselho Municipal de Cultura, Micha Devellard.

 

 

“Decidimos fazer essa webconferência por que queremos conversar com a classe artística da Cidade e todos os interessados em conhecer mais sobre a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Acredito que assim poderemos validar as ações que serão implementadas com a lei e contar com o engajamento dos diferentes setores culturais, já que todos serão beneficiados”, explica Cristiane Régis.

 

 

SAIBA MAIS SOBRE A LEI - Assim que a nova legislação federal for sancionada, a União terá 15 dias para repassar o valor de R$ 3 bilhões aos estados e municípios. Após receber o recurso, cada cidade deverá entregar um Plano de Trabalho de Execução da Lei no prazo de 60 dias. A verba é destinada exclusivamente a ações emergenciais de apoio ao setor cultural.

 

 

Com o recurso, as cidades poderão garantir renda mensal de R$ 600 aos trabalhadores do setor, a manutenção de espaços artístico-culturais e a promoção de instrumentos como editais e prêmios, entre outros. Segundo estimativas da Confederação Nacional de Municípios, Rio das Ostras deve receber R$ 1,04 milhão, aproximadamente.

 

 

O cálculo do repasse é feito assim: 80% a partir do tamanho da população local e 20% de acordo com os critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

 

FONTE: ASCOMTI - PMRO.

 

Imprimir Email

Anúncios

Anúncios